Províncias

Governo prepara entrega aos munícipes

Pedro Bica | Pango Aluquém

O governador do Bengo, João Miranda, defendeu na sexta-feira, no município do Pango Aluquém, a necessidade de as casas já concluídas no âmbito dos projectos de construção de 200 fogos habitacionais serem entregues, para que passem a ser já habitadas.

As primeiras residências vão ser atribuídas aos funcionários públicos e jovens locais
Fotografia: Edmundo Eucílio | Pango Aluquém

Ao falar no final da sexta reunião ordinária, que discutiu temas como a apresentação da proposta de realização de encontros entre o Governo Provincial e o Conselho de Auscultação Social, João Miranda salientou a necessidade das referidas zonas serem habitadas, para dar outra dinâmica à vida daquelas localidades.
As residências devem, em sua opinião, começar por ser atribuídas aos funcionários públicos e jovens, sobretudo, os que trabalham nos sectores da Educação, Saúde e na administração municipal.
O governador reconheceu que grande parte das habitações ainda têm falta de infra-estruturas sociais básicas e por isso salientou a necessidade de ser dada mais atenção aos aspectos regionais e, sobretudo, acautelar a execução das questões prioritárias para a habitabilidade.
Ao avaliar o nível de execução física e financeira de município do Pango Aluquém, à semelhança de Nambuangongo, no Programa de Investimentos Públicos (PIP), considerou-o positivo.
Relativamente ao município do Ambriz, o governador revelou que uma nova empresa já foi contratada para intervir nas questões relacionadas com os aspectos básicos para os futuros moradores.
Na sexta sessão ordinária do Governo do Bengo, os participantes analisaram o pré-diagnóstico do sector do ensino na província e o estatuto orgânico da direcção provincial do Comércio, Hotelaria e Turismo.
No Pango Aluquém, os membros do Governo tomaram conhecimento do processo de divulgação dos vencedores do concurso de desenho e redacção sobre “O papel do avô na família”, assim como o estado de preparação do Natal e das festividades do Dia Nacional do Idoso em Angola.
O governador visitou dez casas em construção para albergar funcionários públicos, as obras do palácio municipal, uma residência para o administrador municipal e seu adjunto, o hospital local e as 200 casas.

Tempo

Multimédia