Províncias

Governo promete melhorias no abastecimento de água

Alfredo Ferreira | Pango Aluquém

O governo da província do Bengo vai melhorar, no próximo ano, o abastecimento de água potável e o fornecimento de energia eléctrica no município do Pango Aluquém, disse ontem o governador provincial.

Vão ser construídos mais chafarizes
Fotografia: Jornal de Angola

O governo da província do Bengo vai melhorar, no próximo ano, o abastecimento de água potável e o fornecimento de energia eléctrica no município do Pango Aluquém, disse ontem o governador provincial.
João Bernardo de Miranda falava no final de uma visita de constatação ao município de Pango Aluquém, onde radiografou os sectores da energia e da água. “Nesta localidade havia um sistema de abastecimento de água por gravidade que se encontra danificado, o que deixou o município com problemas de água potável”, disse. No entanto, a situação vai ser alterada, garantiu o governador, assegurando que o seu executivo vai restabelecer o sistema de abastecimento de água potável e construir vários chafarizes para que a população tenha acesso a este bem essencial.
João Bernardo de Miranda informou igualmente que existem alguns furos de água que foram construídos no âmbito do programa “Água para todos”, mas que também não são suficientes para abastecer a população. 
Quanto a energia eléctrica, o governante adiantou que o município está com dificuldades, porque o único gerador que abastecia a área está avariado. Afirmou, contudo, tudo estar a fazer no sentido de colmatar estas dificuldades, para melhorar as condições básicas dos habitantes.
O governador visitou, ainda, naquele município, vários equipamentos sociais, como escola, residências, sondas de furos, postos médicos e o hospital municipal de Kibalandende, onde deixou uma ambulância. Aproveitando a deslocação, ofereceu chapas de zinco, catanas, limas e motobomba, geleira, aparelho de som, fogão, bicicletas e moto, às autoridades tradicionais, para facilitar a deslocação dos sobas de uma aldeia para outra e ajudar a administração na resolução de alguns problemas.

Pango Aluquém em crescimento

O município do Pango Aluquém está a crescer a cada dia que passa em termos de equipamentos sociais, no âmbito do programa de investimento municipal.
Actualmente, estão a ser construídas duas escolas, quatro residências para funcionários públicos e as administrações estão a receber obras de reabilitação para melhorar a sua imagem e criar novos postos de trabalho.
As duas escolas do ensino primário (uma com quatro e outra com seis salas de aula), em construção terão capacidade para albergar mais de 200 crianças.
A administração também está a erguer, na comuna sede, quatro residências para funcionários públicos e a previsão é que sejam construídas 11, até ao final do ano.
O governador realçou que os planos traçados pela administração no âmbito do programa local estão a ser cumpridos e que todos devem colaborar na organização do mesmo.

Tempo

Multimédia