Províncias

Governo solidário com seropositvas

Maiomona Artur|Caxito

A directora provincial do Bengo da Família e Promoção da Mulher, Joana Pinto, defendeu, ontem, no Caxito, a necessidade de ser prestada maior atenção às mulheres portadoras do vírus da sida.

A directora provincial do Bengo da Família e Promoção da Mulher, Joana Pinto, defendeu, ontem, no Caxito, a necessidade de ser prestada maior atenção às mulheres portadoras do vírus da sida.
Joana Pinto falava num encontro de solidariedade com mulheres portadoras de doenças sexualmente transmissíveis.
A alta funcionária do Ministério da Família e Promoção da Mulher realçou que muitas famílias têm discriminado os entes queridos infectados com o vírus da sida. Defendeu ser necessário que se realizem constantemente encontros do género com as famílias das seropositivas.
Para a responsável provincial da Família e Promoção da Mulher no Bengo, os maus-tratos a que estão sujeitas as mulheres portadoras do vírus da sida contrariam os valores dos direitos humanos consagrados na Constituição.
Informou que os casos de violência doméstica têm vindo a diminuir, tudo porque tem havido um trabalho permanente de sensibilização com o objectivo de criar uma relação saudável entre as famílias.

Tempo

Multimédia