Províncias

Hospital da Barra do Dande detecta novos casos de sida

Edson Fontes | Caxito

O Hospital Geral da Barra do Dande, no Bengo, diagnosticou, desde o início do ano até Maio, um total de 73 novos casos de VIH/Sida, informou ontem o director daquela unidade.

João Fernandes disse que estes novos casos foram detectados através dos 857 testes realizados, sendo 407 realizados a mulheres durante as consultas pré-natais, com 30 casos positivos e 377 negativos.
Os outros 43 casos positivos foram identificados nas consultas externas da.
O director do hospital afirmou estar preocupado com o elevado número de gravidezes precoces, tendo em conta as graves consequências para as gestantes adolescentes, e explicou que as consultas pré-natais têm registado, nos últimos tempos, um número muito alto de grávidas com menos de 18 anos.
Durante este período, o Hospital Geral da Barra do Dande realizou 119 partos a raparigas menores de 18 anos, a maioria dos quais com complicações.
“Esta situação é muito preocupante, porque elas não estão preparadas para assumir as consequências de uma gravidez, situação que pode comprometer o seu futuro”, advertiu o director hospitalar. Em função deste e de outros aspectos, disse que, antes do atendimento na consulta pré-natal, a instituição tem realizado palestras, com o objectivo de esclarecer as mulheres sobre a educação sexual, os seus contornos negativos e reflexos na vida das famílias e da sociedade.
Nos encontros mantidos com as adolescentes, com vista a diminuir o índice de mortalidade materno-infantil, notou uma série de factores entre os quais o baixo nível cultural, analfabetismo e falta de educação sexual.
A situação social, resultado de um rendimento familiar precário, estão, do seu ponto de vista, na origem da incidência de casos de gravidezes precoces.
A unidade hospitalar da Barra do dande dispõe de 112 camas para internamento, dois blocos operatórios, banco de urgência, morgue e serviços de raio X.
O Hospital Geral conta igualmente com serviço de  pediatria, medicina, odontologia, oftalmologia, neurologia, ortopedia, cardiologia, dermatologia, ginecologia, obstetrícia, entre outros.
Conta com 186 funcionários, dos quais 18 médicos, sendo apenas dois nacionais, 79 enfermeiros, 41 técnicos de diagnóstico e terapêutica, 32 auxiliares de apoio hospitalar e 16 para serviços administrativos.

Tempo

Multimédia