Províncias

Hospital do Dande com vários registos de malária severa

Um total de 39 intervenções cirúrgicas foram realizadas de Janeiro a Junho deste ano no Hospital Geral da Barra do Dande, informou ontem o director-geral da  unidade hospitalar.

Fotografia: Jaimagens

João das Necessidades disse   que o número representa um aumento de dois casos em relação a igual período de 2014, e recordou que das operações realizadas, 20 foram  grandes intervenções não urgentes, 14  pequenas cirurgias e cinco cesarianas. “O aumento de número de casos submetidos a intervenções cirúrgicas deveu-se ao elevado número de acidentes rodoviários registados na região, associados a actos de violência doméstica, sobretudo espancamentos.”
Nos últimos tempos, referiu João das Necessidades,   tem havido melhorias no atendimento aos pacientes que procuram  assistência  naquela unidade sanitária, fruto de um maior número de médicos e técnicos de saúde.
De Janeiro a Junho, 31.274 pacientes beneficiaram de consultas médicas no Hospital Geral da Barra do Dande, dos quais 26.194 em consultas externas e 5.080 no banco de urgência, enquanto 2.245 doentes foram internados.
O director do Hospital do Dande apontou a malária severa, as  respiratórias e as diarreias agudas, anemia, malnutrição e doenças cardiovasculares como as principais causas de internamento.  Com 112 camas, a unidade hospitalar conta com dois blocos operatórios, banco de urgência, morgue, serviços de Raio X, pediatria, medicina, odontologia, oftalmologia, neurologia, ortopedia, cardiologia, dermatologia e ginecologia-obstetrícia.

Tempo

Multimédia