Províncias

Hospital Regional está a precisar de anestesistas

O bloco operatório do Hospital Regional dos Dembo precisa, pelo menos, de um anestesista e instrumentista, afirmou à Angop o seu director clínico.

Sita Matondo disse que no bloco operatório, reabilitado no ano passado, apenas se podem fazer pequenas cirurgias por falta de anestesistas, pelo que se pondera a hipótese de os contratar, mesmo em regime de colaboração. 
Nos concursos públicos mais recentes, lamentou, não houve candidatos anestesistas.
  O Hospital Regional dos Dembos, com 40 camas que podem passar para 70 com a entrada em funcionamento da nova sala de internamento do bloco operatório, tem sete médicos.

Doenças mais frequentes

 As doenças mais frequentes na região são as diarreicas agudas e respiratórias, paludismo, infecções urinárias, gastrite, hipertensão arterial, febre tifóide, parasitose intestinal e tuberculose.
 No hospital tem um centro de hemoterapia com capacidade para conservar mais de 60 litros, laboratório de análises clínicas, centro de aconselhamento e testagem voluntária, maternidade, banco de urgência, farmácia, salas de RX, pediatria, estomatologia, consultas externas e o programa alargado de vacinação.

Tempo

Multimédia