Províncias

Ilhas de Negala e Lalama ligadas em Setembro

Mazarino da Cunha |

Uma ponte metálica vai permitir nos próximos meses a circulação de pessoas e bens e a ligação entre as ilhas Negala e Lalama, no município do Icolo e Bengo, vai ser construída, pelo Instituto Nacional de Estrada de Angola (INEA), informou o secretário de Estado da Construção.

Encontro técnico teve o propósito de decidir sobre as vias secundárias e terciárias dos municípios de Icolo e Bengo e Quissama
Fotografia: Mota Ambrósio

António Flora, que falava após um encontro entre os membros do Ministério da Construção, do Instituto Nacional de Estrada de Angola, do Governo de Luanda e das empresas púbicas, EPAL e EDEL, disse que a conclusão da ponte está prevista para o mês de Setembro.
O encontro técnico, que aconteceu na vila da Muxima, teve como propósito decidir as vias secundárias e terciárias dos municípios de Icolo e Bengo e Quissama e avaliar o grau de execução do programa de requalificação dos dois municípios da província de Luanda.
Durante o encontro, foi também revisto o mapa topográfico da região que vai receber requalificação total. A situação da distribuição de energia e água, redes de esgotos, saneamento básico e o agrupamento das povoações espalhadas por aqueles municípios, foram também observados. O secretário de Estado da Construção, António Flora considerou proveitoso o encontro pelo facto dos técnicos estarem a usar a mesma linguagem na definição das vias e na distribuição das empreitadas entre o Ministério da Construção e as administrações municipais. António Flora salientou que, com a actual divisão política e administrativa da província de Luanda, é necessária uma mudança do paradigma de construção das vias, para melhor mobilidade. “O encontro permitiu decidir que as vias secundárias passam a ser responsabilidade do Ministério da Construção e as vias terciárias vão estar a cargo das Administrações Municipais, com o objectivo de melhorar a execução das obras”, disse António Flora.
O vice-governador de Luanda para Área Técnica, Agostinho da Silva, considerou positivo o encontro técnico, porque um dos grandes objectivos foi a interacção entre os membros do Ministério da Construção e os municípios.
O Ministério da Construção tem um programa estratégico de reabilitação das vias secundárias e terciárias da Quissama e Icolo e Bengo, que outrora não faziam parte da província de Luanda, disse o vice-governador após encontro técnico.
“Com a integração destes dois municípios em Luanda, surgiu a necessidade do Governo Provincial e o secretário de Estado da Construção interagirem com a administração da Quissama e Icolo e Bengo, naquilo que é a definição das vias secundárias e terciárias para serem executadas e intervencionadas”, disse Agostinho da Silva.
A conclusão dessa empreitada, acrescentou o vice-governador, vai permitir um tráfego e maior fluidez no escoamento dos produtos agrícolas para os outros municípios da província de Luanda.

Tempo

Multimédia