Províncias

Índice de analfabetismo com tendência a reduzir

Edson Fontes | Caxito

O sector de alfabetização da Direcção Provincial do Bengo da Educação, Ciências e Tecnologia permitiu que, de 2008 a 2014, um total de 41.213 idosos aprendessem a ler e escrever, revelou ontem, em Caxito, o técnico de alfabetização daquela instituição, Loureto Luís Mendes.

Aumenta o número de adultos no Bengo interessados em aprender a ler e escrever
Fotografia: João Gomes

Em declarações ao Jornal de Angola, Loureto Luís Mendes disse que este ano 7.849 cidadãos concluíram o módulo um da primeira fase de alfabetização, menos 1.400 em relação ao ano anterior. 
O responsável para a área de alfabetização disse que este ano, na primeira fase de formação, 815 cidadãos reprovaram e 442 desistiram, por razões desconhecidas. Loureto Luís Mendes informou que actualmente estão a frequentar aulas de alfabetização da segunda fase um total de 8.487 adultos em todos os municípios da província do Bengo. As aulas são asseguradas por 335 alfabetizadores.
O técnico agradeceu os esforços do governo, das igrejas, organizações não governamentais, associações e da sociedade civil nas tarefas que visam a erradicação do analfabetismo na província do Bengo.
Realçou que o Dia Mundial da Alfabetização, assinalado segunda-feira, deve servir de reflexão para todos os angolanos.

Tempo

Multimédia