Províncias

Inspecção no Bengo exige o cumprimento

O Departamento Provincial do Bengo da Inspecção de Educação quer o cumprimento rigoroso da carga horária dos professores, que corresponde a 24 tempos durante a semana.

Docentes vão cumprir a carga horária
Fotografia: Domingos Cadência

O Departamento Provincial do Bengo da Inspecção de Educação quer o cumprimento rigoroso da carga horária dos professores, que corresponde a 24 tempos durante a semana.
Benjamim Paulo Pascoal, que prestou a informação, disse que a inspecção tem detectado irregularidades no cumprimento da carga horária dos docentes, sobretudo nos municípios do Dande e Icolo e Bengo.
Disse ainda que para inverter o quadro, o Departamento de Inspecção do Bengo elaborou um modelo para o controlo dos professores distribuídos por disciplina em cada escola.
Benjamim Paulo Pascoal disse ter ordenado aos directores de escolas a fazerem um levantamento dos professores de acordo com a capacidade dos estabelecimentos escolares. As escolas que registarem superlotação de docentes devem remeter a informação à Direcção Provincial da Educação, para o devido tratamento.
Este ano lectivo, vão ser formados oito inspectores de educação para reforçar o sector nos municípios. Benjamim Paulo Pascoal revelou que actualmente o Departamento Provincial de Inspecção tem 12 inspectores ao serviço.

Tempo

Multimédia