Províncias

Jovens estão preparados para o primeiro emprego

Alfredo Ferreira | Caxito

Jovens da província do Bengo receberam até ontem, em Caxito, novas ferramentas para conseguir o primeiro emprego, sem terem de enfrentar as habituais dificuldades.

Jovens da província do Bengo receberam até ontem, em Caxito, novas ferramentas para conseguir o primeiro emprego, sem terem de enfrentar as habituais dificuldades.
A acção formativa, que é uma iniciativa da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Jovens Angolanos, visa facilitar o acesso dos candidatos ao primeiro emprego.
O presidente da associação, Manuel Curivuri, disse que os empregos tradicionais estão cada vez mais difíceis de obter, sublinhando que actualmente os jovens atravessam imensas dificuldades para o conseguir.
Tendo em conta este facto, a associação tem trabalhado, numa parceria estratégica com o Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social (MAPESS), no sentido de transmitir aos jovens novas formas de encararem os desafios da vida.
O responsável da organização empresarial disse que este tipo de transmissão do conhecimento em gestão de pequenos negócios tem sido levado a cabo em todas as províncias do país. No Bengo, a formação teve início em Março último, com 200 jovens que, posteriormente, vão poder beneficiar de micro crédito para poderem desenvolver os seus negócios.
Manuel Curivuri salientou ainda que a formação foi transmitida de uma forma clara e objectiva, para que os jovens saibam gerir o seu próprio negócio, sem sobressaltos.
O responsável da associação referiu igualmente que o processo de formação, liderado pelo MAPESS, é inclusivo, em que todos os jovens angolanos podem participar.
Manuel Curivuri acredita que projectos desta índole só podem ser efectuados caso a juventude esteja organizada, fundamentalmente em associações, o que garante maior rendimento na actividade que pretendem desenvolver.
A par desta acção formativa, Manuel Curivuri prometeu envidar esforços junto do MAPESS para que técnicos desta instituição e da sua organização possam voltar mais vezes ao Bengo, com o objectivo de realizar palestras, seminários e cursos que sejam uma mais-valia para os jovens da província.

Tempo

Multimédia