Províncias

Mortes por malária diminuem

A província do Bengo registou este ano, até Setembro, 121 mortes por malária contra 231 verificadas em idêntico período de 2011, disse à Angop o coordenador provincial do Programa de Combate àquela doença.

Programas de educação para a saúde permitem baixar os índices de mortalidade
Fotografia: JA

A província do Bengo registou este ano, até Setembro, 121 mortes por malária contra 231 verificadas em idêntico período de 2011, disse à Angop o coordenador provincial do Programa de Combate àquela doença.
André Pedro afirmou que 83 das vítimas mortais foram crianças com menos de 5 anos e que apesar de tudo os óbitos devido à malária baixaram consideravelmente nos últimos tempos graças aos investimentos do governo provincial na melhoria da assistência médica e medicamentosa e aos programas de educação para a saúde.
Esta redução de casos de malária, referiu, também se deve às acções desenvolvidas pelos técnicos da saúde junto das comunidades.

Zonas mais afectadas

Dande e Nambuangongo, declarou, são os municípios onde se verificam mais casos de paludismo.
A coordenação local do Programa de Combate à Malária tem intensificado as acções de destruição das larvas causadoras da doença e instruído os munícipes sobre cuidados primários. André Pedro disse que a população da região tem sido sensibilizada para a importância do uso de mosquiteiros impregnados com insecticida, para melhorar o saneamento básico e consumir água potável.
Estas acções de sensibilização, acrescentou, vão ser intensificadas junto de grupos de maior risco, como são os casos de mulheres grávidas e de crianças.

Tempo

Multimédia