Províncias

Mulheres incitadas a apostarem na formação

A necessidade de as mulheres da província do Bengo apostarem na sua formação académica e profissional foi defendida ontem, em Caxito, pelo segundo secretário provincial do MPLA.

Mulheres compreendem melhor as mais variadas fases da vida socioeconómica do país
Fotografia: Nuno Flash

Manuel Moniz Dembo, que falava na abertura do seminário sobre “A contribuição da mulher na diversificação da economia”, considerou preponderante a formação, pois permitirá as mulheres compreenderem as mais variadas fases da vida socioeconómica do país, serem mais criativas e inovadoras, para ultrapassarem a crise nas suas famílias.
A responsável disse que as mulheres devem caminhar de mãos dadas com os homens em prol do desenvolvimento de qualquer região, mas, para tal, urge a necessidade de estas possuírem responsabilidade, maturidade, cidadania e serem empreendedoras em todos os níveis. A deputada do MPLA, Josefa José, explicou que o evento foi realizado em  homenagem à mulher angolana para a munir de conhecimentos técnico-científicos de economia, com vista a capacitá-la com ferramentas que lhe permitam trabalhar com zelo.
O seminário teve como prelector o docente universitário Nani Vontade, que, na ocasião, se debruçou sobre a  formação aplicada no domínio do empreendedorismo, o acesso ao crédito, exiguidade de tecnologias para a transformação dos produtos, informação técnica sobre as potencialidades dos recursos e a sua localização.
Em abordagem esteve igualmente “O conceito de diversificação económica e as três questões da economia”, que consiste numa estratégia de desenvolvimento que visa a produção de novos serviços e produtos numa economia.
Nani Vontade dissertou ainda sobre a situação da economia angolana, sectores de produção em Angola, queda do preço do petróleo, dimensão histórica da mulher angolana na economia e no sector primário (agrícola).

Tempo

Multimédia