Províncias

Município regista a falta de médicos e enfermeiros

Nambuangongo precisa de 845 técnicos de saúde, entre médicos e enfermeiros, disse à Angop o chefe da repartição municipal de saúde, Nsingui Macango.

Nambuangongo precisa de 845 técnicos de saúde, entre médicos e enfermeiros, disse à Angop o chefe da repartição municipal de saúde, Nsingui Macango.
Aquele responsável afirmou que o município tem 188 técnicos de saúde, incluindo quatro médicos, mas que, graças a um concurso público realizado no ano passado, vai ter mais 25, dos quais 15 se destinam ao Hospital Regional, situado em Muxaluando.
O município, referiu, tem além daquele hospital, modernizado e equipado, sete centros de saúde nas sedes comunais e seis postos nas aldeias e povoações com mais população. Para este ano, revelou Nsingui Macango, está previsto construir mais postos de saúde nas aldeias afastadas das sedes comunais.
 No quadro da municipalização dos serviços de saúde, disse, a rede sanitária continua a crescer com a entrada em funcionamento de mais unidades nas aldeias e povoações do município.As doenças mais frequentes no município, que tem cerca de 120 mil habitantes.

Tempo

Multimédia