Províncias

Novas infra-estruturas sociais estão em construção no Bengo

Noé Jamba | Bengo

O director provincial das Obras Públicas no Bengo, Correia da Silva, garantiu que a instituição vai reabilitar e terraplanar vias de comunicação, secundárias e terciárias, para melhorar a circulação rodoviária nos municípios  de Nambu      angongo, Ambriz, Icolo e Bengo e Dembos Kibaxe.

Centros de formação profissional estão a ser construídos em todos municípios
Fotografia: Edmundo Eucílio

O director provincial das Obras Públicas no Bengo, Correia da Silva, garantiu que a instituição vai reabilitar e terraplanar vias de comunicação, secundárias e terciárias, para melhorar a circulação rodoviária nos municípios  de Nambu      angongo, Ambriz, Icolo e Bengo e Dembos Kibaxe.
De acordo com Correia da Silva, que fez estas considerações à margem do encontro realizado no Governo Provincial para analisar as linhas de força do programa de acções para 2010,  serão construídos centros de formação profissional nos municípios  de Ambriz, Dande e Dembos , com o objectivo de aumentar o índice de quadros técnicos na região.
Aquele responsável referiu que as Obras Públicas vão construir e apetrechar seis salas de aulas nas localidades de Zala e igual número no Gombe, município de Muxiluando.
Avançou que também está perspectiva a construção de 12 salas de aulas em Icolo e Bengo e igual número nos Dembos Kibaxe, para a diminuição progressiva do índice de estudantes fora do sistema de ensino.
Correia da Silva sublinhou que está programada a reabilitação e o apetrechamento da Escola Professores do Futuro, para aumentar o índice de escolaridade da população junto do meio rural. O leque de prioridades em 2010 para o sector de Obras Públicas no Bengo abrange a construção e reabilitação de infra-estruturas sociais no meio rural, com realce para a construção e apetrechamento da maternidade de Kibaxe, município dos Dembos.
Hospital Geral de Caxito, município do Dande ea ampliação do Hospital de Bom Jesus, no município do Icolo e Bengo, e Depósito de Medicamentos, em Caxito, que visa melhorar o nível da assistência médico-medicamentosa das mulheres no meio rural.
O mesmo responsável sublinhou que a instituição vai incentivar a criação de pequenas empresas de construção civil e apoiar os empreiteiros através da realização palestras nos centros de formação profissional de Caxito, Bula Atumba e Icolo e Bengo.

Tempo

Multimédia