Províncias

Obras agradam ao reitor da universidade pública

Maiomona Artur | Caxito

O Reitor da Universidade Agostinho Neto (UAN) disse, sexta-feira, em Sassa Povoação, na província do Bengo, estar satisfeito com o andamento das obras do futuro Instituto Superior Politécnico.

Jovens que terminarem o ensino médio vão poder prosseguir os seus estudos no Bengo
Fotografia: Jornal de Angola

O Reitor da Universidade Agostinho Neto (UAN) disse, sexta-feira, em Sassa Povoação, na província do Bengo, estar satisfeito com o andamento das obras do futuro Instituto Superior Politécnico.
Orlando da Mata afirmou que logo que as obras terminarem, o instituto, que numa primeira fase se destina a 3.800 alunos, começa a funcionar com cursos de ciências agrárias, agricultura, silvicultura, hidráulica agrícola, zootecnia, engenharia ambiental e motricidade humana.À medida que haja disponibilidade de outros cursos, referiu,o número de alunos pode aumentar para 4.600 ou mais, em função dos turnos.O estabelecimento escolar, cujas obras começaram em Agosto de 2008, vai dispor de 26 salas, áreas administrativa e recreativa, biblioteca, refeitório, piscina, capela, um recinto gimnodesportivo, posto médico, casa do director e dormitórios.

Tempo

Multimédia