Províncias

Pais chamados a garantir mais educação aos filhos

Alfredo Ferreira | Caxito

O director provincial do Instituto Nacional da Criança (INAC) no Bengo apelou a uma maior participação dos pais na educação e instrução dos filhos, para que eles tenham na família um suporte forte do seu crescimento.

Mais crianças com acesso ao ensino
Fotografia: Edson Fabrizio

Luciano Chila falava durante a abertura do conselho provincial da criança, que vai tratar aspectos ligados à situação das crianças no Bengo. O encontro decorreu sob o lema “Angola criança protegida nação fortalecida”. As acções que visam o enquadramento da criança em vários domínios da vida socioeconómica não dependem somente do governo, mas também da sociedade civil, que deve ser um elo de ligação para o seu desenvolvimento, incluindo o cumprimento dos 11 compromissos consagrado na Constituição.
Luciano Chila disse que é imperioso adoptar novas estratégias que viabilizem o fortalecimento das medidas de protecção à criança na província do Bengo, para garantir o seu bem-estar nas comunidades.
Os participantes no conselho debateram ainda o relatório das actividades desenvolvidas no ano passado, a situação da criança e as áreas temáticas para a definição de prioridades, avaliaram o grau de cumprimento dos 11 compromissos com a criança, os mecanismos da sua execução com envolvimento do sector privado e a Lei sobre a Protecção e Desenvolvimento Integral da Criança.
Os participantes discutiram igualmente as formas para o acesso ao registo gratuito de nascimento, além de analisarem as estratégias para a operacionalização do funcionamento dos conselhos provinciais e municipais e o papel das redes comunitárias.

Tempo

Multimédia