Províncias

Pango Aluquém acolhe fogueira da liberdade

Alfredo Ferreira | Caxito

Pango Aluquém, na província do Bengo, que completa no próximo dia 1 de Setembro mais um ano desde que ascendeu à categoria de município, em 1971, vai colher a VI edição da fogueira da liberdade, que visa homenagear os jovens que se sacrificaram para a libertação de Angola.

Fotografia: DR

Em declaração ao Jornal de Angola, em Caxito, após a primeira reunião de preparação da fogueira da liberdade, o vice-governador para Esfera Política, Social e Económica, António Martins, fez saber que a presente edição vai contar com 410 participantes.
António Martins explicou que durante a fogueira da liberdade vai realizar-se o concurso "jovem sabe", onde vão concorrer 36 estudantes da 6ª , 7ª, 8ª e 9ª classes. Os vencedores terão direito a prémios como computador, tablet, telefone e livros académicos.
Referiu ainda que cada município vai fazer-se representar com seis estudantes, que devem ter nota igual ou superior a 18 valores.
António Martins acrescentou que no ano passado não se realizou a fogueira da liberdade por motivos técnicos, tendo anunciado que a fogueira da liberdade vai se realizar de 6 a 8 de Setembro, no sentido de juntar este evento com as festividades municipais de Pango Aluquém.
O município do Pango Aluquém foi criado a 1 de Setembro de 1971 e tem uma população estimada em 6.571 habitantes, que se dedica, maioritariamente, à agricultura, caça, pesca e comércio rudimentar.

Tempo

Multimédia