Províncias

Pango Aluquém melhora assistência

O responsável da Saúde, Mizele Manuel, considerou quinta-feira, na cidade de Caxito, satisfatório o trabalho desenvolvido pelos técnicos do sector de Pango Aluquém, permitindo a melhoria significativa no atendimento às populações e a humanização dos serviços hospitalares.

Ao falar à agência nacional de notícias, a Angop, Mizele Manuel  referiu que as consultas internas e externas são asseguradas por dois médicos e 18 enfermeiros, dos quais dois técnicos superiores e quatro técnicos de diagnóstico terapêutico.
Mizele Manuel, apesar das dificuldades financeiras, a unidade tem medicamentos essenciais suficientes para atender as doenças mais frequentes, como a malária, doenças diarréicas e respiratórias agudas.
Laboratório, banco de sangue, maternidade, oftalmologia e ortopedia são os serviços que se pretende virem a funcionar, nos próximos dias, por fazerem muita falta no município, assim como a necessidade de médicos especializados nestas especialidades.
Mizele Manuel explicou que o banco de urgência do Hospital Municipal do Pango Aluquém atende, diariamente, mais de 60 doentes.
No município de Pango Aluquém, o sector de Saúde controla cinco unidades sanitárias, das quais um hospital municipal, na sede, três centros de saúde, nas localidades do Ngombe Ya Mukiame, Pango Novo, Cazuangongo e um centro de saúde do Quita, cujos serviços são assegurados por 76 técnicos.

Tempo

Multimédia