Províncias

Parteiras hospitalares melhor preparadas

Maiomona Artur | Caxito

Um total de 100 parteiras das unidades hospitalares muncipais da província do Bengo estão receber formação desde quinta-feira em Caxito, num seminário de capacitação sobre saúde reprodutiva, com vista a melhorar a assistência às gestantes.

Uma das metas do Governo consiste em reduzir o número de mortes
Fotografia: Edições Novembro


Durante a acção formativa promovido pela Ordem dos Enfermeiros do Bengo, os participantes abordam, entre outros temas, a “consulta pré-natal, “preenchimento correcto do partograma” e “cuidados ao recém-nascido de risco e em emergências obstétricas”.
A presidente da Ordem dos Enfermeiros no Bengo, Guilhermina Guilherme, disse que uma das metas do Governo angolano consiste em reduzir a mortalidade materna infantil, sendo por isso necessário que as parteiras adquiram novos conhecimentos.
A responsável reconheceu haver na província grandes progressos no que concerne à saúde reprodutiva, mas lembrou existirem ainda algumas áreas que devem ser melhoradas, com vista à melhoria dos cuidados de enfermagem nas maternidades.“Temos de reconhecer que existe insuficiência de técnicos e falta de meios”.

Tempo

Multimédia