Províncias

Parteiras pedem mais apoio ao governo

A coordenadora das parteiras tradicionais do Nambuangongo solicitou às autoridades governamentais do Bengo instrumentos de trabalho, para melhorarem a sua actividade diária.

Carlota Muginga disse à Angop que a falta de meios de trabalho tem dificultado a assistência aos partos, que muitas vezes tem de ser feita com material rudimentar. Quando se deparam com alguns casos de risco, encaminham-nos para os centros hospitalares de referência, para receberem tratamento especializado.Desde o início do ano, já houve 12 nados vivos.
A coordenadora municipal das parteiras tradicionais do Nambuangongo disse que o Governo deve encarar as parteiras tradicionais como parceiras directas, porque existem em zonas onde não há maternidades e solicitam ser remunerados com algum subsídio.

Tempo

Multimédia