Províncias

Primeiras casas começam a ser entregues

As primeiras 100 casa sociais, das 200 projectadas, no município de Ambriz, província do Bengo, começaram a ser entregues aos destinatários.

Habitação para quadros deixa de ser um problema para as autoridades do município
Fotografia: Edmundo Eucilio | Bengo

O administrador Januário Bernardo explicou que foram contemplados, nesta primeira fase, técnicos superiores, médicos e outros funcionários públicos que desenvolvem a sua actividade no município de Ambriz.
A administração está a proceder, igualmente, a entrega de parcelas de terrenos para construção de residências de alta e baixa renda, no âmbito do projecto de autoconstrução dirigida, e beneficiou já cerca de 700 pessoas que fizeram requerimentos à área de cadastro da administração com este propósito.
Januário Bernardo admitiu que a conclusão das obras de reabilitação da via de acesso ao município de Ambriz constitui um grande ganho e está a propiciar o regresso de muitos quadros e técnicos a vários níveis, para contribuírem no desenvolvimento da região.
“Estamos feliz por ver os quadros a regressarem para o município e poderem contribuirem com o seu saber”, disse o administrador municipal de Ambriz.
A reabilitação da via abrangeu a Estrada Nacional 100, no sentido Luanda Ambriz, e contemplou melhorias significativas em algumas estradas secundárias.
"Estamos a falar da estrada que sai da sede do município para a comuna da Bela Vista, numa extensão de 90 quilómetros e estamos esperançados em que a Marginal de Ambriz também venha a ser intervencionada." A demora na fluidez do trânsito, segundo o administrador, faz parte do passado.
 Até há bem pouco tempo, explicou, eram necessárias quatro a cinco horas para chegar de carro ao município de Ambriz, partindo de Luanda. Hoje, acrescentou, a viagem faz-se em apenas em hora e meia e as populações deslocam-se facilmente.
Além da reabilitação da via e da construção de habitações sociais, há a destacar a reabilitação de infra-estruturas, como escolas, postos e centros de saúde. No município de Ambriz existem actualmente 28 estabelecimento de ensino do primeiro e segundo ciclo, oito postos de saúde, dois centros médicos e um hospital central.
As salas estão a ser apetrechadas com carteiras e quadros e nas comunas onde não havia  escolas do primeiro ciclo estão a ser construídas novas estruturas.
O Ambriz é um município da província do Bengo. Dista cerca de 127 quilómetros de Caxito, a sede da província.
A localidade ocupa uma extensão de 4.203 metros quadrados e tem uma população estimada em 20 mil habitantes.

Tempo

Multimédia