Províncias

Professores em formação sobre literacia financeira

Edson Fontes| Caxito

A primeira fase de formação do projecto que visa a inserção da literacia financeira no sistema de ensino começou ontem, em Caxito,   com a participação de 55 professores do município do Dande, disse o chefe de Departamento de Educação e Ensino Geral, Ciências e Tecnologia.

António Domingos Asureira disse, no acto de abertura da acção de formação,  que uma situação financeira equilibrada é um factor de tranquilidade e qualidade de vida e, por outro lado, o desequilíbrio financeiro constitui um motivo de stress, preocupação, conflito nos relacionamentos, doenças e problemas familiares.
O   projecto-piloto foi lançado a nível nacional em 2015, com a sétima e decima classe, e, após a avaliação do processo, chegou o momento de alargá-lo à província do Bengo, disse António Domingos Asureira, que acrescentou: "O projecto vai ser extensivo a todos os municípios, começando pelo Dande, tendo em conta o grosso número de professores, uma vez que não seria possível abarcarmos todos num único momento”.
António Domingos Asureira informou que foram convidados os coordenadores de disciplina, de formas a colocarem na prática o tema e abordá-lo com os alunos durante as aulas. O chefe do Departamento de Educação e Ensino Geral, Ciências e Tecnologia no Bengo pediu a participação activa dos professores, para que se transmita aos alunos conhecimentos relacionados com a literacia financeira, baseando-se na atribuição de competências que os ajudem a ter uma vida com qualidade e saber conviver com o dinheiro.
“Os alunos, por sua vez, vão melhorar os conhecimentos e atitudes financeiras, apoiar a inclusão financeira, desenvolver hábitos de poupança, promover o recurso responsável ao crédito e criar hábitos de precaução”.
Durante três dias, os professores  abordam temas relacionados com a literacia financeira, orçamento, bancarização e economia, história da moeda, história dos bancos, serviços de produtos bancários e prevenção de fraudes.
Constam igualmente da listas dos temas a abordar, a decisão de compras, consumo consciente, desejo, necessidades e possibilidades, evolução dos direitos do consumidor e direitos do consumidor na prática.
O referido plano está inserido no projecto de Inserção de literacia financeira no sistema de ensino que o Banco Nacional de Angola (BNA) tem vindo a levar a cabo, em parceria com o Ministério da Educação.

Tempo

Multimédia