Províncias

Província do Bengo com mais técnicos

Maiomona Artur | Caxito

Um grupo de 31 estudantes finalistas do curso de ciências físicas e biológicas da escola Eiffel de Caxito recebeu, na semana finda, os seus certificados, durante uma cerimónia testemunhada pelo governador provincial do Bengo, João Bernardo de Miranda.

O director da escola Eiffel de Caxito, Philippe Obermayer, garantiu ontem a continuidade da formação de docentes, para a melhoria da qualidade do ensino. No presente ano lectivo foram matriculados 132 estudantes, da nona à décima primeira classes e em 2016 estão disponíveis mais 48 vagas.
Isabel de Carvalho, representante da Total, empresa que patrocina as escolas Eiffel, garantiu a continuidade dos projectos, assim como a oferta de bolsas de estudo, tão logo seja ultrapassada a actual crise financeira, motivada pela baixa do preço do petróleo.
A representante da Total incentivou os estudantes finalistas a prosseguirem a sua formação superior e candidatarem-se às bolsas de estudo internas e externas disponibilizadas pelo Executivo, através do Instituto Nacional de Bolsas de Estudo (INABE). Desde a sua criação, em 2009, a escola Eiffel de Caxito já formou 191 técnicos médios em ciências biológicas e físicas.
O governador incentivou os finalistas do curso de ciências biológicas e físicas a darem continuidade aos estudos, sobretudo no ensino superior e técnico profissional, para que possam contribuir para a reconstrução de Angola.

Tempo

Multimédia