Províncias

Ruas da cidade de Caxito em mau estado

Maiomona Artur | Caxito

As últimas chuvas, que se abatem sobre a cidade de Caxito, no Bengo, deixaram várias ruas em péssimo estado, tornando muitas quase intransitáveis, constatou ontem o Jornal de Angola.

As principais ruas de Caxito estão encharcadas, o que exige dos automobilistas e peões grandes manobras para circular. A situação é agravada porque a rua principal de Caxito não tem esgotos, o que está a criar grandes embaraços ao trânsito automóvel.
No interior da cidade de Caxito  e nos bairros periféricos, a situação é mais complicada, principalmente por causa das inundações que se verificam em quintais. A chuva, acompanhada com fortes ventos, arrastou resíduos sólidos, derrubou os postes dos cabos eléctricos, já reparados pela equipa da EDEL. As grandes quantidades de lixo recolhidas pela empresa de saneamento básico ajudaram um pouco à circulação nas ruas de Caxito.
O automobilista João Gomes diz que as chuvas complicam o trânsito em Caxito, devido às inundações que causaram, danificando as viaturas. Pede a reparação urgente de  algumas vias de acesso para facilitar a circulação.
A cidade de Caxito, por ter uma única via que liga ao Panguila e às províncias do Uíge e Zaire, merece um tratamento especial.
Afonso Guilherme, taxista que faz habitualmente a rota Caxito-Cacuaco, disse que o pavimento está perigoso, uma vez que, além de escorregadio, tem inúmeros buracos.
As chuvas estão a criar grandes embaraços à população do município do Dande, tendo deixado desalojadas 253 famílias.
 Um relatório do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros do Bengo refere que foi registada a destruição parcial de 240 casas na localidade de Mussenga (comuna do Úcua), o desabamento de três outras, no bairro Riceno, e duas no bairro Quixiquela, na cidade de Caxito. Os Bombeiros entregaram  2.500 chapas de zinco a 245 famílias sinistradas pelas chuvas.

Tempo

Multimédia