Províncias

Valorização do sector público com acções em curso no Bengo

Edson Fontes | Bengo

O programa de valorização do serviço público foi lançado sexta-feira, em Caxito, província do Bengo, para resgatar a imagem e a importância da referida actividade, numa iniciativa do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS).

O programa perspectiva o desenvolvimento de um conjunto de acções com vista a formação pedagógica, cívica e técnica do servidor público e a melhoria da qualidade, do acolhimento e tratamento do utente ou cliente do serviço público em geral.
O director provincial do MAPTSS, Miguel Silva, disse que o resgate da imagem do servidor público, paralelamente ao reconhecimento colectivo da disponibilidade e importância social desse sector, representa uma exigência da criação de uma relação de confiança e parceria entre a administração pública e os cidadãos.
Neste sentido, pretende-se conferir à administração pública uma visão finalística, com um sentido de missão. Deste modo, o esforço vai ser inverter a ideia de uma administração pública como entidade abstracta, invisível e intangível, substituindo-a por uma outra prestadora, participativa e ao serviço da comunidade. Miguel da Silva disse que o programa de valorização do serviço público foi elaborado, aprovado e inicialmente aplicado, em 1999, tendo esclarecido que a administração pública, no sentido orgânico, é um sistema de órgãos e serviços do qual o Estado prossegue os seus fins.
“É o instrumento que medeia as relações entre o Estado e os cidadãos”, explica. O responsável disse ainda que não existe uma única entidade, mas vários serviços públicos, cujo funcionamento traduz a forma como se relacionar com o cidadão.
 Os referidos serviços, por sua vez, correspondem às diversas formas de exteriorização do exercício da função pública, em que cada actividade desenvolvida por uma dessas administrações veicula uma determinada imagem.
O vice-governador do Bengo para a Esfera Económica, Domingos Guilherme, fez saber que se pretende melhorar e introduzir nos serviços públicos a avaliação do desempenho da função pública.
O responsável salientou que as autoridades  da província do Bengo pretendem que, com o programa, a partir deste ano, dada a actualidade e utilidade do mesmo, se promova a sua implementação mais efectiva e sistemática.

Tempo

Multimédia