Províncias

Violência doméstica em queda no Bengo

A província do Bengo registou em 2010 uma redução significativa dos casos de violência doméstica, comparativamente ao ano anterior, deu a conhecer a directora provincial da Família e Promoção da Mulher, Joana Pinto.

A província do Bengo registou em 2010 uma redução significativa dos casos de violência doméstica, comparativamente ao ano anterior, deu a conhecer a directora provincial da Família e Promoção da Mulher, Joana Pinto.
No ano passado o seu pelouro notificou 211 casos, contra os 429 verificados em 2009. Dos 211 registados no ano findo, 36 foram denunciados por homens e 135 por mulheres. Os municípios com maior registo de casos são Icolo e Bengo, Dembos e Dande.
“Destes casos chamou-nos mais a atenção os de fuga à paternidade e incumprimento de mesadas. Também notificámos a ocorrência de violência física”, explicou Joana Pinto. Os efectivos da Polícia Nacional e das Forças Armadas Angolanas figuram na lista dos principais infractores nas queixas de violência doméstica na província do Bengo, segundo deu a conhecer a directora da Família e Promoção da Mulher.
Joana Pinto aponta o trabalho de sensibilização desenvolvido pela sua direcção como a principal causa da redução de casos de violência doméstica.
“Mudámos a nossa metodologia e estamos agora a fazer um trabalho de sensibilização mais próximo das comunidades, com vista à redução dos casos de violência doméstica e, pelos resultados, estamos a atingir os efeitos desejados”, explicou.
Joana Pinto manifestou a sua satisfação pela aprovação pela Assembleia Nacional da Lei Contra a Violência Doméstica, sublinhando que vai inibir as pessoas desta prática e reduzir o número de ocorrências. O diploma vem reforçar o Código Penal.

Tempo

Multimédia