Províncias

Vítimas das chuvas no Bengo recebem ajuda

Alfredo Ferreira| Dande

A comissão técnica liderada pelo vice-governador do Bengo, José Major, começou, na localidade das Mabubas, município do Dande, a trabalhar no sentido de realojar as populações afectadas pelas últimas chuvas que se abateram sobre Caxito e que causaram a destruição de cerca de 240 casas e deixaram mais de cem famílias ao relento.

Equipa técnica analisa soluções para realojar a população em áreas com mais segurança
Fotografia: Edmundo Eucílio| Dande

O administrador do Dande, Mateus Diogo, disse que “tudo está a ser feito para o realojamento provisório das populações afectadas pela chuva”.  
O terreno localizado nas Mabubas, de um hectare, vai alojar provisoriamente algumas famílias. Outras estão alojadas em casa de parentes, mas todos vão receber apoio em assistência médica e alimentar. Este terreno de um hectare é de trânsito, até que a parcela de 126 hectares esteja em condições para que todos os sinistrados possam viver definitivamente numa área sem risco e com todos os serviços básicos.
Mateus Diogo disse que por enquanto trabalha-se no terreno que serve de trânsito, para garantir os serviços de saúde, energia e água.
A directora provincial da Assistência e Reinserção Social, Anastácia Vasconcelos, referiu que a questão da alimentação está resolvida, pois foi criada uma cozinha comunitária na localidade de Santa Ana.Outros apoios, além de alimentos, estão a ser criados para que não falte nada.
As populações mais afectadas pertencem aos bairros do Kitonhi, Kimaria, Mubungo, Mufuma , Kijoão Mendes, Riceno, Kitogola, Kingombe e Cauango.

Tempo

Multimédia