Províncias

Administração cria parques para viaturas

Jesus Silva | Lobito

A partir do próximo mês, as viaturas que circularem na Restinga, Caponte e na zona comercial, as mais movimentadas da cidade do Lobito, província de Benguela, vão ser estacionadas em parques de estacionamento, de modo a disciplinar o trânsito.

Estacionamento a nível das artérias com maior circulação automóvel na cidade do Lobito vai conhecer em breve dias melhores
Fotografia: Francisco Bernardo

O administrador municipal do Lobito, Amaro Segunda Ricardo, avançou que para acesso aos parquímetros, criados numa parceria com a empresa Simens, os automobilistas vão ter de pagar uma taxa.
Amaro Ricardo anunciou ainda que, em Novembro, o município vai ter semáforos na zonas da Ponte Carmona e nas rotundas do Obelisco e do bairro da Luz.
No âmbito dos programas de urbanismo e habitação, o município dispõe de uma nova centralidade, com cerca de três mil fogos em construção e que ficam prontas em Outubro de 2015.
O administrador adiantou que recentemente foram entregues 1.700 lotes de terreno para construção, com ruas de 30,25 e 15 metros de largura, na zona do M’bangubango, cujos proprietários estão a receber os títulos de propriedade e croquis de localização, cadastrados numa base de dados.
Amaro Segunda Ricardo disse que o projecto da centralidade do Lobito/Culango, numa área de 4.500 hectares, sob a liderança do governador de Benguela, Isaac Maria dos Anjos, já é conhecido. Ali, foram expropriadas fazendas e, neste momento, está-se a 70 por cento da fase de desminagem, para que se dê início aos arruamentos.
O administrador disse que, no bairro da Luz, foi construído um campo polidesportivo para a prática do andebol, basquetebol, voleibol e futebol.
O referido empreendimento desportivo vai ser inaugurado amanhã, dia 17 de Setembro.
Os bairros do Compão e Académico são outras localidades que recebem em breve novo asfalto, passeios, lancis e iluminação pública. O palácio provincial, localizado na Restinga, vai ser igualmente reabilitado e ampliado, para que adquira novas valências.  O bairro da Luz vai ser o primeiro da cidade, nesta época do pós independência, a ter o número de polícia, a partir de Novembro. "Todas as casas vão ter número e todas as ruas uma placa com o nome, para facilitar a identificação dos cidadãos pelos tribunais e forças policiais."
O Governo Provincial está a ensaiar a Polícia Municipal, que vai encarregar-se do código de postura, para que o Lobito conste entre as primeiras localidades do país a viver essa experiência.

Tempo

Multimédia