Províncias

Águas e saneamento têm uma nova gestão

O governador provincial de Benguela, Armando da Cruz Neto, nomeou uma comissão provisória para gerir as empresas de águas e saneamento de Benguela e Lobito, com vista a assegurar o normal funcionamento das duas instituições.

O governador provincial de Benguela, Armando da Cruz Neto, nomeou uma comissão provisória para gerir as empresas de águas e saneamento de Benguela e Lobito, com vista a assegurar o normal funcionamento das duas instituições.
De acordo com um despacho do gabinete do governador provincial de Benguela, integram a comissão Jaime Alberto, coordenador-geral, Gilberto Rodrigues Caliato, coordenador para a área de Administração Comercial e Finanças, e Faustino Frederico, coordenador para a área de Operação e Manutenção.
O novo elenco substitui a comissão de gestão coordenada por Francisco José Vieira Paulo, suspensa pelo governador provincial, em virtude de se encontrar em curso uma acção de inspecção na referida empresa, destinada a apurar as normas de gestão e as despesas públicas.
A comissão agora indicada foi empossada na sexta-feira pelo director provincial da Energia e Águas, Victor Moita, que pediu empenho, responsabilidade e colaboração, aos novos responsáveis.
Para Jaime Alberto, as prioridades serão manter os níveis de abastecimento de água às quatros cidades estáveis e, onde houver dificuldades, tentar melhorar, como as áreas da Baía Farta e algumas zonas altas de Benguela.
Esta é a terceira comissão de gestão da empresa de Águas de Benguela, em dois anos.

Tempo

Multimédia