Províncias

Aldeia rural é construída ainda este ano

A primeira aldeia rural, com 50 casas para famílias camponesas, começa a ser erguida este ano, na povoação de Catamba, no município da Ganda, revelou na terça-feira, no Lobito, o director da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Abrantes Sequesseque.

A primeira aldeia rural, com 50 casas para famílias camponesas, começa a ser erguida este ano, na povoação de Catamba, no município da Ganda, revelou na terça-feira, no Lobito, o director da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Abrantes Sequesseque.
O director, que falava num encontro com empresários holandeses, informou que a referida aldeia rural terá escolas, centro médico, lojas para comercialização dos produtos agrícolas, água potável, energia eléctrica e todos serviços que visam dignificar as famílias nestas zonas.

Serviços básicos

Abrantes Sequesseque adiantou que os serviços básicos na aldeia rural serão extensivos às comunidades vizinhas, beneficiando mais de 800 pessoas.
O director da Agricultura e Desenvolvimento Rural salientou que o programa de aldeias rurais para todos os municípios da província faz parte das acções que o Executivo está a desenvolver para garantir o bem-estar das comunidades rurais.

Comités de pilotagem

Abrantes Sequesseque informou ainda que o Governo da província está a constituir os comités de pilotagem municipais responsáveis para atender o Crédito de Campanha, que visa ajudar os pequenos agricultores a obter os “in puts” agrícolas, cujo valor disponibilizado ao nível nacional é de 150 milhões de dólares.
A província de Benguela tem nove municípios (Lobito, Bocoio, Balombo, Ganda, Cubal, Caimbambo, Chongoroi, Baia Farta e Benguela) e mais de dois milhões de habitantes.
A localidade é rica em solos para agricultura. O milho, feijão, amendoim, batatas doce e rena, banana, ananás, gergelim são os produtos mais cultivados na região. A criação de gado bovino, caprino, ovino e de aves faz parte das actividades dos camponeses e pequenos agricultores de Benguela.

Tempo

Multimédia