Províncias

Animais de estimação vacinados contra raiva

Pelo menos 12.613 animais domésticos foram vacinados contra a raiva, de Janeiro a Maio deste ano, pelos Serviços Veterinários de Benguela, menos 8.727 em relação ao mesmo período do ano de 2016.

Campanha de vacinação de animais domésticos abrange todos os municípios
Fotografia: |Edições Novembro

A chefe do Departamento do Instituto de Veterinária da província de Benguela, Elisabeth Conde, referiu que no referido período foram imunizados 12.538 canídeos, 45 felinos e 30 símios e que a vacinação de rotina continua em várias localidades da província.
De acordo com a responsável, os criadores de animais estão a ganhar consciência da importância da vacinação dos seus animais, visando prevenir a raiva. O município de Benguela, acrescentou, foi o mais activo, ao ter vacinado 10.197 animais, seguido do Lobito (1.050), Baía-Farta (150), Balombo (160), Bocoio (125), Catumbela (256), Chongoroi (40), Cubal (350) e Ganda (60). Explicou que, durante a vacinação contra a raiva foram utilizadas 15 mil doses de vacinas contra a raiva e, até ao final do ano, a perspectiva é vacinar mais de 20 mil animais domésticos, em toda a província.
“Devemos cuidar dos animais domésticos desde as vacinas, alimentação adequada e acarinhá-los, porque sem cuidados eles correm o risco de contrair várias doenças, que prejudicam também o ser humano”, disse a veterinária. Referiu que a vacinação de animais domésticos é anual e começa a partir dos três meses de idade. Apontou como dificuldade para o trabalho de vacinação na província, o acesso a algumas localidades, a falta de técnicos veterinários e meios de transporte, visto que a nível local só há uma viatura.  A província de Benguela controla 21 técnicos veterinários, para os dez municípios.

Tempo

Multimédia