Províncias

Arquivo de Caimbambo regista pouco movimento

Mais de mil Bilhetes de Identidade, entre novos e renovados, foram emitidos de Novembro a Dezembro de 2014, pelo Arquivo Municipal de Identificação Civil e Criminal de Caimbambo, 116 quilómetros a sul da cidade de Benguela.

Normalização do sinal da Internet está a permitir garantir a eficiência laboral no novo posto
Fotografia: Nuno Flash

O chefe da Repartição dos Serviços de Identificação Civil e Criminal, Gociante Fernando, disse que desde Novembro, período que marcou a abertura dos serviços, foram emitidos 74 registos criminais, antes adquiridos na cidade de Benguela. O responsável do Arquivo Municipal assegurou  que a normalização do sinal da Internet, nos últimos dias, está a permitir garantir a eficiência laboral, apesar da fraca adesão dos utentes Ao posto de emissão, com capacidade para atender 80 pessoas por diadia.
Gociante Fernando considerou diminuto o número de  utentes que  procura os Serviços de Identificação Civil e Criminal, variando de 30 a 45 pessoas dia,  tendo apelado à sociedade civil esobretudo às autoridades tradicionais para divulgarem a abertura do Arquivo Municipal, a funcionar desde 13 de Novembro.

Tempo

Multimédia