Províncias

Bairro da Luz no Lobito em fase de requalificação

Jesus Silva | Lobito

A população do bairro da Luz foi informada sobre as alterações feitas no Projecto Integrado de Infra-estruturas de Benguela (PIIB) que prevê a requalificação daquela zona urbana do município do Lobito, recentemente aprovada pelo Conselho de Ministros.

A população do bairro da Luz foi informada sobre as alterações feitas no Projecto Integrado de Infra-estruturas de Benguela (PIIB) que prevê a requalificação daquela zona urbana do município do Lobito, recentemente aprovada pelo Conselho de Ministros.
O administrador do Lobito, Amaro Segunda Ricardo, disse que o projecto prevê colocar asfalto em todas as ruas, nova rede de esgotos, passeios e lancis para as águas pluviais e iluminação pública.
Do projecto consta ainda arranjo no largo central do bairro, quadras para a prática de basquetebol, futebol de salão, um mini parque infantil, sanitários públicos e bancos para descanso. No futuro, disse, o bairro em termos de infra-estruturas urbanas ganha uma nova imagem, igual ou superior ao da Restinga.
Amaro Ricardo esclareceu que o projecto, na sua globalidade, está orçado na ordem dos 54 milhões de dólares, mas referiu que engloba não só a intervenção no bairro da Luz, como também os canais de drenagem das valas do Lobito, Benguela e Baía Farta.
As obras do projecto estão a ser executadas pela Odebrecht e são financiadas por uma linha de crédito do Brasil. Cerca 17 mil cidadãos residentes naquela zona beneficiam do projecto.
O bairro da Luz é o primeiro do município do Lobito a beneficiar de obras do género. Emblemático, com excelentes moradias e ruas, nos últimos tempos não possui nenhum metro quadrado de asfalto.    
Domingas Quando, moradora do bairro da Luz, revelou ao Jornal de Angola que com a execução do projecto de requalificação, o bairro apresenta nova imagem, o que contribui para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos ali residentes. 
Belchior Salomão Jorge considerou que a intervenção chega em boa hora, pois referiu que na época chuvosa a população daquele bairro tem passado por inúmeras vicissitudes devido à falta de esgotos para o escoamento das águas pluviais.

Tempo

Multimédia