Províncias

Benguela intensifica luta contra a malária

A Direcção Provincial da Saúde em Benguela vai este ano intensificar a informação, educação e comunicação comunitária sobre as causas e consequências da malária no sector da Educação.

A Direcção Provincial da Saúde em Benguela vai este ano intensificar a informação, educação e comunicação comunitária sobre as causas e consequências da malária no sector da Educação.
A supervisora do programa contra a malária na província, Filomena Quinda, salientou que, para combater a doença, o sector vai ainda dar continuidade aos planos estratégicos a nível nacional, com vista à luta anti-vectorial, com fumigação espacial e pulverização intra-domiciliar, de charcos e águas paradas, que está a ser implementada com a cooperação cubana.
O combate ao vector, através da distribuição de mosquiteiros tratados com insecticida e a formação de 245 técnicos voluntários para laboratório são outras acções que serão desenvolvidas pelo sector.
Segundo Filomena Quinda, esta acção tem em vista a redução da malária na província, uma vez que em 2010 o sector registou 257.139 casos, menos 107.317 em relação a 2009, que resultou em 1.139 óbitos.
A diminuição de óbitos e de casos de malária, deveu-se ao empenho dos técnicos e pessoal do sector da Saúde, nas campanhas de sensibilização e mobilização das comunidades sobre as causas e consequências da doença, com vista a reduzir os casos de morbi-mortalidade na província.
A malária é a principal causa de morte.

Tempo

Multimédia