Províncias

Benguela regista subida dos casos de VIH-Sida

Maximiano Filipe | Benguela

Os trabalhos de diagnóstico e testes para a verificação do índice de prevalência do VIH-Sida, realizado em quase todas as unidades sanitárias da província de Benguela, desde o início do ano, mostram a existência de mais de 19 mil pessoas em estado serológico positivo.

Fotografia: DR

Esta informação foi prestada ontem pelo director do Gabinete Provincial da Saúde, António Cabinda, durante um encontro de formação para quadros do sector, onde será ensinado métodos e estratégias de combate aos índices da prevalência da doença na província.
António Cabinda sublinhou que, perante este quadro os desafios são maiores para cobrir a procura de pacientes , tendo em conta a exiguidade de quadros especialistas na matéria sobre o Sida.
“ O sector na província contínua apostado na formação de técnicos para os pacientes portadores do HIV, fundamentalmente às mulheres grávidas e menores de idade”, disse António Cabinda.
O director do Gabinete Provincial da Saúde disse que, no âmbito do Programa de Saúde Preventiva nas Comunidades, que “decorre a bom ritmo”, estão a ser distribuídos mosquiteiros impregnados para a redução da malária, sensibilizadas as populações sobre os cuidados primários de saúde, e realizadas campanhas de fumigação em todos os bairros periféricos.
A  formação é  orientada pelo especialista António Feijó, que durante três dias vai interagir com os participantes sobre questões ligadas a problemática do HIV/Sida, mecanismos de prevenção, atendimento ao paciente com o vírus, distribuição de retrovirais, o sigilo e o combate ao estigma.

Tempo

Multimédia