Províncias

Caimbambo completa mais um aniversário e tem em execução vários projectos sociais

O município de Caimbambo, situado a 116 quilómetros a sul da cidade de Benguela, completou, no dia um, 39 anos desde que ascendeu à categoria de vila, numa altura em que beneficia de obras de reconstrução e construção de infra-estruturas sociais para o bem-estar da população.

O município de Caimbambo, situado a 116 quilómetros a sul da cidade de Benguela, completou, no dia um, 39 anos desde que ascendeu à categoria de vila, numa altura em que beneficia de obras de reconstrução e construção de infra-estruturas sociais para o bem-estar da população.
Elevada à categoria de vila a 1 de Setembro de 1971, sob portaria nº 4.153 da então administração colonial portuguesa, Caimbambo avança com projectos que estão a ser implementados pelo governo, sobretudo na construção, reconstrução e apetrechamento de escolas e de blocos administrativos.
Ao abrigo do Programa do Fundo de Gestão Municipal, o Conselho de Auscultação e Concertação Social aprovou recentemente uma carteira de acções avaliadas em 214 milhões 521 mil kwanzas, com prioridade para os sectores da educação, energia e água e saneamento básico.
No domínio dos transportes e comunicações, a localidade é atravessada, tanto pelo Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) quanto pela estrada nacional nº 260, que facilitam a livre circulação de pessoas e mercadorias do campo para a cidade e vice-versa.
No município existem mais de 1.500 fazendas abandonadas que aguardam por financiamento. Elas dedicavam-se à produção de sisal, citrinos, cereais- massambala, massango e milho -, assim como à criação de gado bovino e caprino. />O gado é riqueza de destaque que serviu de suporte à economia da localidade, que possui condições favoráveis à cultura de abacateiro, amendoim, ananás, bananeira, batata-doce, mandioca, plantas aromáticas, hortícolas, sisal e tabaco.
Segundo o programa das festividades, a que a Angop teve acesso, foram realizados um culto ecuménico e uma palestra subordinada ao tema “O papel da juventude na reconstrução nacional”, além de uma romagem ao cemitério municipal para deposição de uma coroa de flores.
Durante a jornada comemorativa da efeméride foram realizadas visitas a locais de interesse público e exibição de danças típicas, como tchilombonde, tchitita, ekoya, nhatcho, bulunganga, tchipuete e ukongo, assim como montagem de barracas para venda de comes e bebes.
Com uma população estimada em 84.399 habitantes, cujas actividades principais são a agricultura e pecuária, o município de Caimbambo ocupa uma superfície de 3.285 quilómetros quadrados, correspondente a 8,25 por cento do território da província de Benguela. Além da sede municipal, tem as comunas de Canhamela, Catengue,Cayave e Wiya-Ngombe.
A região de Caimbambo é caracterizada por um clima tropical semi-húmido, o que a torna seca devido às irregularidades das chuvas, facto que tem vindo a comprometer em quase todos os anos a produção agrícola.

Tempo

Multimédia