Províncias

Cambanda possui serviço de partos

Uma sala de partos, com capacidade para atender 15 mulheres por dia, entrou ontem em funcionamento na zona A da comunidade de Cambanda, nos arredores da cidade de Benguela, informou ontem a Direcção provincial de Saúde.

Sala de parto foi criada para dar resposta às necessidades das populações
Fotografia: Nicolau Vasco

Inaugurada pelo governador provincial, Isaac dos Anjos, a sala foi criada para dar resposta às grandes necessidades que aquela população ainda enfrenta neste domínio e ajudar a melhorar a saúde da comunidade local e diminuir o fluxo a nível do Hospital Geral de Benguela (HGB).
A infra-estrutura sanitária foi construída num período de um  ano, no espaço onde funciona o centro médico de Cambanda, no âmbito do Programa dos Cuidados Primários de Saúde, com vista a aumentar os partos seguros e reduzir a taxa de mortalidade materno-infantil.
A estrutura do empreendimento comporta duas áreas de pós-parto, com nove camas, e um preparatório, com três marquesas, estufa, além da sala para enfermeiros, recepção e uma arrecadação, devidamente apetrechados com equipamentos de ponta.

Salas de parto

Com a inauguração deste serviço, aumenta para sete o número de salas de partos, distribuídas por cada uma das seis comunas do município-sede da província de Benguela, revelam dados da repartição local de Saúde.

Armazém municipal

Ainda dentro do espaço do centro médico de Cambanda foi igualmente inaugurado um armazém municipal, com 20 metros quadrados, para assegurar o depósito de medicamentos e conservação de vacinas. O empreendimento fixou orçado em 17.136.000 kwanzas. O armazém  funciona  como  cadeia de frio do município de Benguela, dispondo de 18 arcas frigoríficas e nove geleiras, para garantir a conservação de vacinas. A administradora municipal adjunta de Benguela, Maria José Garcia, salientou que as autoridades  continuam a envidar esforços  para aumentar os serviços sociais básicos.

Tempo

Multimédia