Províncias

Campanha contra a pólio é abrangente na província

Jesus Silva|Lobito

A província de Benguela prevê vacinar 700.000 crianças, durante a primeira fase da campanha de vacinação contra a poliomielite, que começa hoje em todo o país.

A província de Benguela prevê vacinar 700.000 crianças, durante a primeira fase da campanha de vacinação contra a poliomielite, que começa hoje em todo o país.
O chefe provincial do departamento de Saúde Pública em Benguela, Manuel Cabinda, anunciou ontem o facto na comuna do Biópio, município da Catumbela, que dista cerca de 75 quilómetros da sede da província.
Manuel Cabinda referiu que em 2011 Benguela não registou nenhum caso de paralisia infantil, o que espelha bem o esforço das autoridades locais nas campanhas de vacinação contra esta e outras doenças.
O responsável afirmou que é necessário manter esse dinamismo para garantir a erradicação da doença no seio das crianças, que são o futuro do país.
“O nosso Executivo, na qualidade de membro da iniciativa global de erradicação da poliomielite, tem este compromisso, que contribui para a redução da mortalidade infantil”, reconheceu.
O responsável exortou os pais e encarregados de educação a colaborarem com os vacinadores que andam de casa em casa, pois o objectivo é vacinar todas as crianças com idades compreendidas entre zero e cinco anos.
Para o êxito da campanha, adiantou Manuel Cabinda, é necessário o envolvimento dos administradores, autoridades tradicionais, líderes da comunidade e todas as forças vivas da sociedade.
O administrador adjunto da Catumbela, Luís Gonzaga, regozijou-se com o facto das autoridades da província terem escolhido a localidade do Biópio para a abertura oficial da campanha de vacinação contra a poliomielite.

Tempo

Multimédia