Províncias

Casa da Juventude começa a ser erguida

António Gonçalves | Benguela

A primeira fase da construção da Casa da Juventude em Benguela, orçada em 250 milhões de kwanzas, começou na terça-feira e vai ocupar uma área de 3.500 metros quadrados.

A primeira fase da construção da Casa da Juventude em Benguela, orçada em 250 milhões de kwanzas, começou na terça-feira e vai ocupar uma área de 3.500 metros quadrados.
O empreendimento vai dispor de salas de jogo, restaurante, ginásio, 40 suites, uma área de quiosques, postos médicos e áreas de apoio, como cozinha, lavandaria e armazéns. Foi concebido para receber, numa primeira fase, 170 pessoas.
Na província de Benguela, está a ser construído um Instituto Médio de Educação Física, numa área de 15 hectares. Para a empreitada, o governo vai desembolsar 400 milhões de kwanzas.
O empreendimento vai contar com 15 salas, área administrativa, diversos gabinetes, biblioteca, áreas por especialidade em educação física, internato, campos de futebol e pistas de atletismo. O director provincial das Obras Públicas, Elmano Inácio, disse que na fase posterior vão ser erguidos campos polivalentes, piscinas e balneários.
O vice-governador de Benguela para as Infra-estruturas, Henrique Calenga, disse que a construção dos dois edifícios vai acontecer em simultâneo e insere-se no quadro dos desafios inerentes à formação e desenvolvimento do homem e ver responder aos constantes clamores da juventude.
No entanto, pediu seriedade aos empreiteiros envolvidos nas obras. “Tudo o que nós queremos pedir aos empreiteiros é que, à semelhança do que tem sido o seu comportamento no mercado, também, nesta obra, sejam rigorosos na qualidade, nos prazos e nos cumprimentos de todos os fundamentos técnicos que comportam as obras”, recomendou.

Tempo

Multimédia