Províncias

Centro de Recurso foi aberto na Ganda

António Gonçalves | Benguela

Alunos com problemas visuais, auditivos e intelectuais vão ser melhor orientados, a partir deste ano lectivo, com a entrada em funcionamento, este mês, do Centro de Recurso de Educação Especial, inaugurado no município da Ganda, cerca de 220 quilómetros de Benguela.

O primeiro construído no interior da província, o centro vai trabalhar, numa primeira fase, com 90 alunos com necessidades educativas especiais, esclareceu a directora da Escola do Ensino Especial de Benguela.
Antónia Rocha avançou que, apesar do centro funcionar como escola do ensino especial, a instituição vai igualmente atender outras necessidades actuais dos jovens e adolescentes, através da sua área pré-profissional, para ministrar cursos de corte e costura, culinária e serralharia.
A directora da Escola Especial de Benguela salientou que o centro vai trabalhar com crianças dos cinco aos 15 anos, mesmo aquelas que já frequentam a escola que dirige.
“Todas as crianças com necessidades educativas especiais têm direito à escola”, sublinhou para avançar que o menino que estiver fora do ensino especial e que necessite de atendimento especializado deve ser encaminhado para o centro de recurso.
O centro está igualmente preparado para dar formação aos professores que trabalham nas escolas do ensino especial e em instituição do ensino regular.

Tempo

Multimédia