Províncias

Chuvas causam mortes e destruição no Lobito

Jesus Silva | Lobito

As fortes chuvas que caíram sobre a cidade do Lobito, província de Benguela, na noite de quinta-feira e madrugada de ontem, causaram três mortes, vários feridos e o desabamento de quatro casas.

Cidade do Lobito voltou a ser fustigada pelas chuvas
Fotografia: Jesus Silva | Edições Novembro |

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros revelou que  as mortes ocorreram  nos bairros do Alto-Liro e na Boavista. O balanço provisório indica que as chuvas, que deixaram ruas alagadas, causaram ainda vários danos materiais.
Tal como nos anos anteriores,  resíduos sólidos provenientes das zonas montanhosas foram arrastados para a zona baixa, concretamente para os bairros do Africano, Liro, Lobito-Velho, São João entre outros, dando um aspecto desolador à cidade.
O porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Jorge David, exortou a população  a manter a calma e a serenidade, principalmente as pessoas que vivem na zona alta da cidade.
Jorge David aconselhou a população a procurar lugar seguro sempre que estiver a chover, para evitar males maiores, pois, “a correnteza das águas pode arrastar as pessoas”, tal como aconteceu na chuva de 11 de Março de 2015.
“ Enquanto estiver a chover,  as pessoas devem procurar um local seguro para se resguardarem e esperar que as águas cessem para poderem andar em segurança”, frisou. Lobito não está preparado para grandes chuvas. A maior parte das ruas não dispõe de esgotos, o que dificulta o escoamento das águas.

Tempo

Multimédia