Províncias

Cidadãos beneficiam de consulta gratuita

Maximiano Filipe | Benguela

Houve uma grande adesão durante a Feira da Saúde e muitos pacientes apresentaram problemas graves
Fotografia: Paulo Mulaza | Edições Novembro

Mais de mil cidadãos, entre crianças e adultos, da comuna da Babaera, povoação da Chakumam, na Ganda, beneficiaram de consultas gratuitas, durante a “Feira da Saúde”.
A actividade, enquadrada nas comemorações do Dia Mundial de Combate à Malária, assinalado a 25 de Abril, decorreu sob o lema “ Combatamos a malária para melhor saúde da população”.
O chefe da Repartição Municipal da Saúde do município da Ganda, Albano Weia, disse que houve uma grande adesão na feira da saúde durante os três dias, tendo sido consultado no primeiro dia 244 pessoas, no segundo 474 e no último 311.
Albano Weia salientou que no âmbito do Programa de Combate à Malária, o município da Ganda tem beneficiado também de campanhas de fumigação e pulverização em todas as localidades para a eliminar o vector da malária.
Durante a feira foram feitas vacinas, testagens voluntárias, pré-natais, aconselhamento psicológico, diagnóstico e tratamento da malária e medição de peso. A população foi aconselhada sobre a ética na gestão do saneamento do meio, entre outros.

Combate à malária


O chefe do departamento provincial do Programa de Combate à Malária, Manuel Cassiano, informou que os municípios do Lobito, Benguela e Ganda são os que mais inspiram cuidados em termos de reforço dos serviços sanitários, tendo em conta alguns indicadores que têm vindo a apresentar no quadro da malária. O responsável da saúde avançou que o sector trabalha nos cuidados primários em todas as localidades da província de Benguela, dinamizando os actores no sentido de aproximar os serviços sanitários junto das comunidades.
Manuel Cassiano admitiu que os milhares de mosquiteiros distribuídos no ano passado às populações, contribuiu significativamente para a diminuição dos casos de malária, numa acção que contou com a participação da sociedade civil e parceiros do sector da Saúde.
Neste domínio, sublinhou o responsável, têm se registado grandes debilidades relativamente ao saneamento básico no seio das comunidades, facto que tem causado a multiplicação do vector da malária.  Para combater a endemia, o sector da Saúde tem procurado dar resposta positiva, dadas as  condições técnicas e meios de diagnóstico existentes, assim como os anti-maláricos  adquiridos para o efeito.
O administrador municipal da Ganda, António Capewa Calianguila, reconheceu o empenho dos técnicos de saúde pelo trabalho que têm desenvolvido em prol da comunidade, referindo que a feira surge num bom momento, pois foram realizadas à população consultas gratuitas, numa iniciativa que não acontece todos os dias.

Tempo

Multimédia