Províncias

Construção de casas no Lobito

A cidade do Lobito passa a dispor de uma zona requalificada, localizada no bairro da Cabaia, onde vão ser erguidas 670 casas.

Uma nova zona residencial está a nascer na cidade portuária do Lobito
Fotografia: Jornal de Angola

A cidade do Lobito vai passar a dispor de uma nova zona requalificada, localizada no bairro da Cabaia, onde vão ser erguidas 670 moradias.
A maqueta da nova zona residencial foi apresentada na sexta-feira no Lobito, em cerimónia presidida pelo governador provincial, ­Armando da Cruz Neto. O governador referiu que a requalificação do bairro da Cabaia está inserido no programa de construção de bairros estruturalmente organizados e defendeu a necessidade de se acabarem com as construções desorganizadas e de se trabalhar para que os muceques se transformem em bairros modernos, com todos os serviços básicos, que melhorem a vida dos munícipes. A nível da província, de acordo com o governador, já foram determinados, no total, cerca de 20 mil hectares para a construção de moradias. A par do programa do Executivo, as administrações municipais da província de Benguela têm ­prestado atenção às solicitações de cidadãos que, por iniciativa e recursos próprios, pretendem erguer as suas casas na base de construções dirigidas. Fruto destas iniciativas, cidades como Lobito, Benguela, Baía Farta e Catumbela registam um crescimento acelerado nos últimos tempos.

Tempo

Multimédia