Províncias

Culango com nova escola e sistema de água potável

Jesus Silva

Uma escola primária, construída de raiz, e um sistema de água potável foram inauguradas na povoação do Culango, pelo governador de Benguela, Rui Falcão.

Mais crianças da região vão poder aprender a ler e escrever
Fotografia: Jesus Silva | Edições Novembro |Benguela


A escola, com seis salas de aula, vai permitir que centenas de alunos deixem de estudar debaixo de árvores e/ou percorrer enormes distâncias em busca de um estabelecimento de ensino, facto que alegra pais e encarregados de educação daquela localidade, rica no domínio da agricultura e pecuária.
Rui Falcão inaugurou também naquela localidade, adstrita ao município do Lobito, um sistema de captação, tratamento e distribuição de água, alimentado por painéis solares. O governador de Benguela exortou a população no sentido de conservar as infra-estruturas sociais.     “ Quer a escola, quer o sistema de água devem ser bem protegidos por todos aqueles que deles fizerem uso. Os pais e as crianças têm que ser os verdadeiros guardiãs daqueles patrimónios”, salientou o governador.
Por outro lado, uma escola primária, com capacidade para 420 alunos, em dois turnos, foi inaugurada na povoação dos Cabrais, na comuna do Biópio, município da Catumbela.
Segundo Carlos Tolosso, chefe de Repartição da Educação no município da Catumbela, para este ano lectivo encontram-se matriculados 255 alunos. As aulas são ministradas por oito professores, cifra que poderá crescer com o aumento da densidade populacional.
O administrador da Catumbela, Julião de Almeida, disse que a nova escola vai atender maioritariamente filhos das vítimas das enxurradas de 11 de Março de 2015, na cidade do Lobito, e a população que vivia em zonas de risco, nomeadamente linhas de água, vales e encostas, actualmente instaladas naquela localidade. “Com estas acções, o governo da província está a proporcionar condições condignas às crianças, jovens e adultos ali residentes” frisou.

Tempo

Multimédia