Províncias

Defendidas mais acções para dignificar a mulher

Maximiano Filipe| Benguela

O administrador municipal adjunto de Caimbambo, Carlos Manuel, defendeu ontem a adopção de medidas por parte das famílias para   evitarem que as mulheres sigam práticas pouco abonatórias.

Muitas mulheres dedicam-se à agricultura
Fotografia: Ja Imagens

“O contributo da mulher no processo de desenvolvimento das localidades, de forma global, passa pela emancipação e pela contínua participação em acções de superação académica, técnica e profissional”, disse Carlos Manuel, que acrescentou que a actividade agrícola é  um  indicador  positivo da inserção das mulheres no mundo do trabalho no município do Caimbambo, facto que tem resultado no aumento da quantidade dos bens de produção local para a dieta alimentar, numa zona onde se produz banana, batata-doce, mandioca, massambala, ginguba, milho e feijão. 
A produção de Caimbambo é comercializada noutras partes da província e do país e tem sido facilitada pelo estado das vias, melhoradas a cada ano.
O escoamento é feito atempadamente e faz com que os produtos agrícolas cheguem ao consumidor em bom estado de conservação.

Mérito aos docentes

O administrador municipal adjunto de Caimbambo mostrou-se satisfeito com a distinção feita pela Universidade Katyavala Bwila a um grupo de 86 professores de escolas do I e II ciclos do ensino secundário do município, pela sua participação positiva na primeira fase do projecto   “Diálogo Académico Inter-Comunitário”, que decorreu no mês passado.
Carlos Manuel disse que o  programa “serviu de marco para os citadinos do município, um incentivo e valorização para o progresso académico dos quadros do Caimbambo”.
O município de Caimbambo,   a sudoeste de Benguela, tem uma população que se dedica  à agricultura, pecuária e  comércio.

Tempo

Multimédia