Províncias

Defendido o reforço de acções na região

Jesus Silva | Lobito

A Rede Municipal de Protecção à Criança no Lobito vai reforçar a promoção de um ambiente de responsabilização social sobre a protecção dos direitos dos menores, revelou ontem Abu Naty Kongo, responsável do Círculo Rastafary de Benguela.

O programa prevê o reforço das acções das organizações e instituições membros da rede e fortalecer a articulação e coordenação entre as instituições e associações já existentes. Do plano apresentado, espera-se o aumento do número de membros e o nível de participação, melhoria na dinâmica institucional dos membros e envolvimento de todos os actores na identificação de situações e dificuldades que afectam a vida das crianças no município.
Abu Naty Kongo informou que a rede vai contribuir para honrar os 11 Compromissos para com a Criança e o reforço da actuação ao nível das zonas, comunas e bairros da cidade.
A rede pretende ainda realizar uma sessão trimestral de reforço das capacidades de temas, com destaque para a gestão organizacional, elaboração e gestão de projectos sociais e funcionamento das redes. Vão ainda ser reforçadas acções relacionadas com a legislação sobre protecção dos direitos das crianças, debates comunitários e sistemas de protecção social e realização de feiras.
Em 2012, a coordenação da Rede Municipal de Protecção no Lobito foi confiada ao Circulo Rastafary de Benguela.

Tempo

Multimédia