Províncias

Desenvolvimento sanitário no centro das prioridades

António Gonçalves | Benguela

O director provincial da Saúde de Benguela, Barnabé Lemos, defende a implementação do plano de desenvolvimento sanitário como uma das principais prioridades do sector que passou recentemente a dirigir.

Um dos objectivos do programa é baixar os índices de mortalidade nas comunidades
Fotografia: José Soares


Durante a tomada de posse de novos membros do Governo Provincial de Benguela, cerimónia presidida por Isaac dos Anjos, o director da Saúde disse que o plano vai contribuir para a execução do Regulamento Sanitário Internacional. Neste momento, referiu, está a decorrer a elaboração dos planos municipais, destacando-se a função metodológica e normativa da ­direcção provincial, e as autoridades vão envidar todos os esforços para as políticas de saúde serem implementadas em Benguela.
O actual director provincial do Urbanismo, Habitação e Ambiente, Elmano Inácio, disse que um dos passos da sua gestão vai ser o diagnóstico do “dossier” do ordenamento do território, avançando que as novas centralidades vão ser uma das prioridades.
Desidério Dambi, novo director provincial da Comunicação Social, disse esperar a colaboração de todos os órgãos da província para conseguir oferecer aos cidadãos de Benguela um bom serviço público de informação, formação e de entretenimento.

Tempo

Multimédia