Províncias

Dezenas de pessoas morreram de Sida ao longo do ano

Cerca de 40 pessoas morreram de Sida de Janeiro a Outubro deste ano, na província de Benguela, das 224 que acusaram positivo em testes de despistagem, afirmou sexta-feira, nesta cidade, a supervisora provincial do programa de luta contra a sida, Perpétua Chaluca.

Cerca de 40 pessoas morreram de Sida de Janeiro a Outubro deste ano, na província de Benguela, das 224 que acusaram positivo em testes de despistagem, afirmou sexta-feira, nesta cidade, a supervisora provincial do programa de luta contra a sida, Perpétua Chaluca.
 De acordo com a supervisora, que falava à Angop, das 44 pessoas falecidas, 11 são crianças, 12 mulheres e 21 homens, tendo considerado elevado o número.
Segundo Perpétua Chaluca, 7.280 pessoas procuraram os serviços de aconselhamento, das quais 6.144 conheceram a situação serológica no período em referência na província de Benguela.
 O município do Lobito lidera a lista com 1.017 testes de despistagem e 69 casos positivos, seguido do Cubal com 398 e 21, Catumbela com 642 e 30, e Benguela com 1.922 testes e 73 casos positivos. A maioria das pessoas que procuram os serviços, para conhecer a sua condição serológica, são grávidas.

Tempo

Multimédia