Províncias

Docentes do Lobito melhor capacitados para ensinar química

Jesus Silva | Lobito

As aulas práticas de química nas escolas do I e II ciclos do ensino secundário do município do  Lobito vão ser ministradas com técnicas mais eficazes, nos próximos tempos.

Depois de os primeiros 31 professores destes níveis terem participado num curso sobre a matéria.
A administradora adjunta do Lobito para a área Social, Maria Kalesso, salientou que a formação, que durou 120 horas lectivas, vai servir para a melhoria da qualidade do ensino nas escolas do município.
Maria Kalesso reconheceu a necessidade da realização de outros cursos nos diversos níveis de ensino, com realce para a educação musical que, no sistema primário, ainda tem algumas carências por falta de professores.
Estamos a trabalhar no sentido  de se encontrar solução para colmatar este vazio.Portanto, esta continua a ser a nossa grande preocupação”, disse. A administradora exortou os docentes a aplicarem os conhecimentos adquiridos e aconselhou-os a transmitirem aos colegas de outras escolas do I e II ciclos do ensino secundário do município do Lobito.
O representante do director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia em Benguela, Joaquim Pinheiro, referiu que a actividade docente visa conceder competências para o futuro.

Tempo

Multimédia