Províncias

Edifícios degradados estão a ser cadastrados

António Gonçalves | Benguela

O Governo de Benguela está a efectuar o cadastramento dos edifícios da província em estado avançado de degradação, para serem reabilitados ou demolidos, segundo o chefe de Departamento de Promoção e Reabilitação Imobiliária do Gabinete Provincial de Infra-Estruturas e Serviços Técnicos, Fernando Ekuma.

Fotografia: DR

De acordo com o responsável, já estão cadastrados mais de 100 edifícios. “A prioridade do processo de intervenção recai para os edifícios públicos/institucionais, tarefa para a qual está a ser desenvolvido um processo de identificação e catalogação e cada município forneceu uma lista de edifícios em avançado estado de degradação”.
Segundo o engenheiro José Vieira, chefe da repartição municipal dos Serviços Técnicos, uma comissão multissectorial está a ser criada para intervir nos edifícios degradados no município sede da província, da qual deverão fazer parte técnicos ligados ao Laboratório de Engenharia de Angola, aos bombeiros, á Ordem de Engenheiros, ao Gabinete de Infra-Estruturas e as associações técnicas.
A referida comissão deverá elaborar um relatório conjunto sobre o estado dos edifícios, para permitir a reabilitação ou a demolição, em caso de não ser possível qualquer recuperação.
Para Ricardo Coelho, da Ordem dos Engenheiros de Angola, é igualmente necessária a responsabilização, nos casos de construções que apresentam dados de falta de qualidade e falhas técnicas.
“Quando uma construção apresenta danos logo à nascença as próprias entidades construtoras devem ser responsabilizadas, o que não acontece neste momento”, sublinhou o engenheiro.

 

Tempo

Multimédia